Entre pessoas e flores!

Escrito por Lilian Evangelista

Sigo a vida plantando sementes, e a vida me segue  sugerindo mais flores!!

Diante de tantas dúvidas que existem nesta minha cabecinha de vento, uma certeza vai se desenhando a cada dia!

Clique AQUI para ler o texto na íntegra

 

Nada como o tempo!!

Escrito por Lilian Evangelista

Tempo, Tempo, Tempo, Tempo... assim começa a música.

De quem é o tempo? Pertence a quem mesmo? A ninguém!

Clique AQUI para ler o texto na íntegra

 

Nada sei... Imprimir E-mail
Dom, 12 de Agosto de 2012 00:00

 

O ser humano tem o direito de errar... quantas vezes?

Estou aqui em frente ao meu passatempo preferido que vem se tornando o habito de escrever, ouvindo uma música que me fez refletir sobre esta pergunta.

Hoje estou a mercê de uma máquina que tem vontade própria, mas fora estes erros que no momento não dependem de mim, quantos erros será que eu tenho o direito de cometer durante a minha vida?

Hoje, por exemplo já cometi vários.

Será que existe uma cota?

E depois que encerra essa cota, será que somos punidos?

Porque as vezes o erro na realidade e uma busca para se acertar, será que estes também são contados?

Porque se assim for estou ferrada!

Quantas vezes comecei alguma coisa cheia de entusiasmo e acabei me convencendo que aquele não era o meu caminho.

Não, acho que esse não conta. Porque não é possvel caminhar sem cometer este tipo de erro, ele faz parte da minha busca.

E as vezes que magoei alguém, bom, acho que este conta, magoar as pessoas e uma coisa muito feia, e pecado!

Mas e se eu magoei, porque também fui ferida? E se foi defesa?

Será que eu teria que abaixar a cabeça, engolir tudo quietinha, deixar que me ferissem, sem nada dizer?

Muitas vezes eu fiz isso, outras vezes não aguentei e falei.

Talvez errado seria eu me calar... será?

Não sei, na realidade eu nada sei!

Ou melhor de uma coisa eu sei, sei que quanto mais eu vivo, mais me surpreendo comigo mesma, por perceber que errar ou acertar são partes essenciais de mim mesma.

Acertar é maravilhoso, mas errar e reconstruir-se. Redescobrir-se.

Experimentar uma parte toda nova de nós mesmos.

Errar e perceber que errei e a partir disto melhorar meu modo de ver a minha vida e as pessoas e humanizar-se.

Meus erros, meus acertos talvez estejam numa balança.

A balança do tempo!

Conforme os dias vão passando eu os percebo mais claramente, outros ainda estão na obscuridade. Conforme a estrada vai se apresentando eu vou vivendo errando e acertando. Uns dias mais erros, outros mais acertos, porem na busca.

Gente, este texto faz algum sentido para vocês?

Talvez seja mais um erro, ou um acerto...

Quem quiser assistir ao video que deu origem a este texto, é este aqui:

http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=PZnAmfjzq68

.

 

Lilian Aparecida Godoi Evangelista

Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Clique AQUI para textos de outros escritores

Clique AQUI para ler textos do VADO

 

 
 

Livro: Refletir... e Viver" Clique na imagem para comprar

Compre Livros, DVD´s, Informática e muito mais!

Escolha a loja abaixo e clique na imagem

 

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.