Suas mãos!

Escrito por Lilian Evangelista

Um dia sem querer, nem esperar você chegou!

Nossos olhos se encontraram e leram nossas almas, e sem que alguém dissesse qualquer coisa, aceitamos que talvez o destino tivesse nos colocado frente a frente...

Clique AQUI para ler o texto na íntegra

 

Ou você é amigo, ou não é
Escrito por Regine Wilstom

Sabe aquele papo de primeiro amor? Então, trazendo isso para amizade eu a tenho como uma "primeira melhor amiga" pois foi com ela que eu aprendi, senti e vivenciei pela primeira vez o que significavam essas palavras.

Clique AQUI para ler o texto na íntegra

 

 

Vamos fazer o que ainda não foi feito!!! Imprimir E-mail
Dom, 10 de Junho de 2012 00:00

Hoje ouvi uma música com este refrão: Vamos fazer o que ainda não foi feito!

E esta frase ficou em mim...

O que eu poderia fazer que ainda não fiz?

Bom, em minha vida já fiz muitas coisas... apesar de ser um tanto caseira, até que já me aventurei por aí!

Aprendi violão, quis ser hippie, já tentei mudar de religião, compliquei meus sentimentos achando que estava apaixonada, cantei nos bares da vida junto com minha irmã, namorei com um cara que queria me privar desta aventura, depois percebi que tudo que se faz por obrigação acaba com o prazer, quase morri uma vez nas mãos de médicos que julgavam saber o que estavam fazendo, fiquei quarenta dias presa a uma cama por conta disto - isto me faz lembrar agora dos quarenta dias no deserto - fiz parte de um grupo de teatro, descobri com isto que possuimos várias facetas de personalidades contidas e acho que foi uma das mais belas fases da minha vida.

Tive amigos que me me mostraram várias partes de mim que eu não conhecia.

Com eles fiz minhas primeiras viagens sozinha. Por falar em viagem, uma vez fui para o Rio sem nenhum dinheiro no bolso e foi uma das minhas experiências mais divertidas.

Casei, tenho um lindo casal de filhos, comecei uma faculdade de jornalismo que interrompi a pouco tempo por falta de grana, porém foi um ano maravilhoso que vivi entre pessoas bem mais jovens do que eu, que me fizeram perceber que a idade está mesmo apenas no conceito que se tem dela, pois muitas vezes não corresponde ao que trazemos no coração.

Enfim, já vivi tantas coisas nestes meus quarenta e três anos de vida!

Tantas coisas que me marcaram e que trago comigo aqui em meu coração!

Porém, ainda deve existir muitas outras coisas para se viver no que se resta da minha vida...

Como aquela música da Ritinha Lee - Hoje é o primeiro dia do resto da sua vida - e a gente tem tanto para descobrir, a cada novo dia em que abrimos os olhos tantas possibilidades são nos dadas.

Deve mesmo ter alguma coisa que eu ainda não fiz e descobri-la está sendo muito divertido.

Como um novo brinquedo na mão de uma criança, que ainda está sob o papel de embrulho, com fitas coloridas a prendê-lo.

Devagarzinho ir desatando os nós, tirar o papel e descobrir o que está dentro da caixa, a surpresa, a alegria...

Descobrir o que podemos fazer com o tal brinquedo, criar histórias para ele, com ele dar mais um passo para nossa própria descoberta.

Afinal, somos seres misteriosos para nós mesmos, quem sabe o que virá de nós?

 

Lilian Aparecida Godoi Evangelista

Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Clique AQUI para textos de outros escritores

Clique AQUI para ler textos do VADO

 

 
 

Livro: Refletir... e Viver" Clique na imagem para comprar

Compre Livros, DVD´s, Informática e muito mais!

Escolha a loja abaixo e clique na imagem

 

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.