Visitas de alguém
Escrito por Regine Wilstom

- Oras, alguém bate na porta. Quem será? (Ainda bem que fechei a janela)

- Eu que venho com os novos ventos.

- E esse eu que nome tem?

- Novembro. Devo entrar?

- Mas é claro seja bem vindo. Mas que belo você está. Quão intenso é o sol de onde veio.

Clique AQUI para ler o texto na íntegra

 

 

Encontro com Deus

Escrito por Michele Evangelista

Outro dia peguei o troleibus com Deus.

Sim, era ele sim, tenho certeza!

Os mesmos cabelos brancos  longos até a altura dos ombros, a barba que descia até o peito e o mesmo olhar sereno, olhando distante como se contemplando sua criação.

Clique AQUI para ler o texto na íntegra

Abstração Imprimir E-mail
Qui, 31 de Maio de 2012 00:00

 


Sei lá o que sou...

Por definição espécie humana, gênero feminino.

Preferia ser mais uma espécie sem definição, talvez isso chegaria mais próximo do que acho que sou.

Penso que talvez seria melhor ser o movimento neste espaço a que pertenço, no hoje, no agora, neste instante, por que depois o espaço pode ser outro e eu poderia mudar de vontades e de direção.

Na realidade, acho que sou mesmo um mistério para mim.

E cada dia sou invadida por novas cores.

Gostaria mesmo de sair de mim, e poder me olhar de fora, para quem sabe enxergar o que trago por dentro... a cada dia ir me descobrindo e desenhando novas linhas sobre esta tela que se chama vida.

Gostaria mesmo de ter a experiência do vento, que sopra onde quer, não o vemos, mas o sabemos.

Não seria nada ruim ser como o rio em sua tranquilidade, apreciando cada imagem, tendo toda uma correnteza de vida dentro dele, caminhando por suas sinousas curvas e desaguando em um mar que o espera sem se importar com as suas águas doces.

Queria poder visualizar o que está oculto aos olhos, mas aberto ao coração.

Penso mesmo que talvez meu espírito esteja inclinado à abstração.

Poder ver além do que realmente é...

Poder morder o fruto da árvore e descobrir que faço parte de um universo inteiro e único, voltar ao começo e ser novamente essência, ou descobrir que sou apenas barro, moldada por mãos generosas e caprichosas...

Preciso de respostas porque...

Sou dúvidas...

É, sou isso que sou!

 

Lilian Aparecida Godoi Evangelista

Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

 

 

 

Clique AQUI para textos de outros escritores

Clique AQUI para ler textos do VADO

 

.

 

 
 

Livro: Refletir... e Viver" Clique na imagem para comprar

Compre Livros, DVD´s, Informática e muito mais!

Escolha a loja abaixo e clique na imagem

 

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.